Compreensão do estilo musical egípcio Baladi Awadi

É uma estrutura musical que se originou no Cairo , especificamente em Mohamed Ali Sreet , por volta dos anos quarenta. Este estilo musical é especial pois combina elementos de música clássica, árabe, turca e ocidental, misturando instrumentos como violino, acordeom, saxofone e trompet, com alguns instrumentos populares no Egito como a darabuka, ou derbake, nai e outros.

De acordo com Suraya Hillal , num artigo escrito por ela, as raízes do baladi vem das artistas mulheres, que trabalhavam no Egito nas cortes reais entre o século dezenove até o século vinte. De 1800 a 1900. Estas mulheres eram refinadas cultural e artisticamente e conhecidas pelo nome de “ Awalin”

A Almeh, ( singular da palavra Awalim) se designava a cantores, dançarinas e musicistas. Podendo ter artistas de ambos os gêneros, que eram responsáveis pela tradição do Tarab, a estrutura emocional musical da clássica Música Árabe.

Durante os anos 20 o Cairo se tornou uma cidade turística com diversas cafeterias e teatros fechados. Por conta deste gosto especial por este tipo de performance artística, os grupos de Awalim, começaram a trabalhar nestes locais.

Estas pessoas moravam também em Mohamed Ali Street, numa área chamada “ Haret al Awalim” . Também eram conhecidas no ínicio do sec XX , e por volta do final de 1940 , sua tradição praticamente desapareceu

 

Bamba Kashar – famosa artista do passado

 

O Baladi Awadi tem uma estrutura similar ao estilo antigo das Awalim, sendo que as mulheres no lugar de tocar os instrumentos dançam

O tipo de progressão de Baladi Awadi especialmente no Cairo e na Alexandria, era feito para ser tocado em cafés , restaurantes, cruzeiros no Nilo e casamentos. O Tet Baladi , era feito para os homens dançarem e podia ser dançado ao ar livre, nas ruas

 

 

Instrumentos musicais
Acordeom se tornou o mais importante instrumento para taksim ( peça melódica baseada em improvisação) No folclores o taksim é tocado pelo Kawala

Riqq: Pequeno tamborim para música clássica

 

Derback: O mais popular instrumento de percussão da música árabe

Podem ver que o primeiro Derbak tem a parte percussiva superior feita em película plástica , mais usado hoje em dia, e o segundo é com pele animal, a versão tradicional e mais antiga!

 

 

Nai – flauta de bambu Turca, que veio de fato da música deste país

 

 

Alaúde  instrumento de cordas da música árabe clássica

Estrutura Musical

A progressão do Baladi tem uma estrutura sutil entre a versão masculina e feminina, correntemente as bailarinas interpretam ambas, mas no passado uma das versões era apenas dançada por homens nas ruas

A versão feminina é chamada AWADI

O baladi Awadi começa com um Taksim ( improvisação melódica) onde o acordeom é o principal instrumento num momento chamado SEKAT, onde o derbak o riqq e o acordeão tocam juntos numa combinação de perguntas e respostas. Então a melódica e percussão são tocadas juntas, e prescedem a percussão em forma de sólo ou uma canção folclorica

 

Tahmela

Peça introdutória

 

Taksim

Improvisação do Acordeão

 

Sakat 

Interlúdio entre melodia e percussão também conhecido como perguntas e respostas

Awadi .

 

A percussão tomamais espaço na composição e os músicos começam a tocar canções muito conhecidas, geralmente com o Ritmo Maqsouum por sua base

Tet Sari

 

Percussão e Melodia brincam com o tempo e muitas vezes o acordeão retorna com uma peça de taksim, Maqsoum começa a ser tocado mais acelerado

.

Engrarah

Transição do Maqsoum para o ritmo Falahi

Fadi

Solo de percussão

 

Aflah

Composição final baseada em Falahi e Malfuf

 

Ritmos Fundamentais em Baladi Awadi

 

1. Masmoudi 8/4
Masmoudi (também chamado Masmoudi Kebir) é um ritmo árabe muito comum. Kebir significa grande ou grande em árabe. Masmoudi tem duas partes de 4 batidas, onde a primeira parte tem duas dums. Numa variação comum, o ritmo é iniciado com três dums em vez de apenas dois. Masmoudi é frequentemente utilizado em conjunto com maqsoum, ou seja, numa canção as partes mais lentas são tocadas com masmoudi e as mais rápidas com maqsoum.Masmoudi é vocalizado como “dum dum te-ke tek tek te-ke tek te-ke”.

 

Baladi Tet Sari Ritmos Básicos

 

Wahda Kabira 4/4

 

Na versão masculina há um momento diferente do pergunta e resposta, que é continuamente tocado pelo acordeom e o derbake, o Ritmo geralmente é Wahda Kabir, Masmoudi Saghir e Falahi

Fifi Abdo foi a primeira mulher a dançar a versão masculina do Baladi, ela se vestia com uma galabia branca, fumando shisha e brincando com o grande bastão de Tahtib. A famosa versão de Fifi Abdo para a canção Maalema roda o mundo. Maalema, é a mulher chefona que toma atitudes masculinas, incluindo fumar em público, o que é absolutamente uma atitude não aceitável para as mulheres em especial)

Um outro exemplo de Progressão Baladi por Randa Kamel

Traje Baladi  Tradicional

Normalmente uso da Galabiya, um vestido com cortes dos lados e um tecido amarrado na área do quadril, sem nada de especial em termos de decoração, muitas vezes era mesmo apenas um tecido.

A galabia original era feita de Tecido Assuit e chamada Tulle bi telli, um tipo de algodão negro mesclado com listas prateadas

 

Como dançar

O Baladi é uma peça espontânea, não pode ser preparada como uma coreografia. Músicos e bailarina precisam compartilhar emoções durante o momento da performance, esta é a mágica do baladi

Combinações são feitas para estudar, para aprender que tipo de passos são melhores para cada momento, mas o processo criativo precisa acontecer dentro da improvisação.

A improvisação é difícil pois hoje em dia a maioria das apresentações acontece depois de muito ouvir a peça musical Baladi num cd que foi gravado antes em estudio e é muito mais fácil preparar uma coreografia com belas combinações

 

Baladi Awadi – versão feminina

Tahmela

funciona como uma chamada do accordion para dar início e é uma pequena peça musical conhecida por todos. Ouça Baladi e identificará diferentes versões dessa pequena frase musical.

Taksim

Improvisação livre do accordion ou de outro instrumento melódico.

Sakat 

 Interlúdio entre melodia e percussão também conhecido como chamada e resposta.

Awadi

A percussão toma seu espaço na composição e são tocados trechos de melodias conhecidas, normalmente o ritmo de base é o Maqsoum.

Tet Sari

Percussão e melodia brincam com tempo e contratempo e muitas vezes o accordion retorna uma espécie de taksim solando sobre a percussão. Ritmo Maqsoum começa a ser tocado mais rápido.

Engrarah

Transição entre o ritmo Maqsoum para o ritmo Fallahii.

Fadi

Solo de percussão

Aflah

Composição final geralmente com base no ritmo Fallahi ou Malfuf.

Queridas

 

Obrigada Por seu interesse nesta cultura que encanta a todas (os) nós

Lulu whats app +4915157294181

lulusabongi@gmail.com

 

Sempre por nós e pela dança!!

Lulu

 

 

Também deseja ser uma bailarina certificada com o selo de qualidade Lulu Sabongi?

Saiba como