» Viagem de Balão em Luxor

Viagem de Balão em Luxor

Fiquei alguns dias sem escrever. Em Luxor no último dia comecei a me sentir estranha.
Fiz uma viagem de balão, que foi a maior aventura da minha vida.Nunca antes tentei algo tão arriscado para meus padrões de distãncia do chão.

A idéia toda me parecia uma loucura e valeu a perda de um presente que eu havia comprado. Tive que deixar minha bagagem já arrumada com os dois bastões que comprei, dentro do navio, pois nosso tour com o balão teria inicio as cinco e meia da manhã, e meu guia simplesmente se esqueceu dos bastões em um ponto do trajeto entre o navio e o hotel em Luxor.

Para sair com o balão, primeiro tomamos um barco para cruzar o Nilo

Depois de cruzar o rio pegaríamos uma van que então nos deixaria no local do vôo.
Era bem cedo mas o sol racha desde que desponta, então todo mundo já com proteção total para se precaver contra qualquer coisa, ou seja queimaduras!!!
O calor aqui é tanto que começa a dar saudade do nosso inverno leve. De certa forma eu estou morrendo de vontade de sentir um friozinho! Abaixo podem ver como era nosso barquinho!

Depois de cruzar o Rio o caminho para a área dos balões não levou muito tempo. Eu ia pensando, se teria coragem de fato para levar isso até o fim, porque tenho medo de altura e isso vai alto de verdade. para ser bem sincera achei que ia desistir, até que estava dentro e não tinha mais jeito de escapar.

Este era o nosso balão. ENORME!
Vendo o processo de como ele é preenchido com ar quente, dava um medo danado de entrar e este medo me acompanhou todo do tempo, independente de ter decidido ir!
Para subirmos no balão é um processo, um monte de homens tem que segurar o bicho porque quando está pronto para subir ele tem que ser controlado.
Subimos todos, e logo logo, a visão se modifica, e temos de fato , um outro ponto de vista.
Uma forma de ver que não é possível de jeito nenhum, com os olhos presos na terra, e nem dentro de um avião, só mesmo dentro de um balão

Essa foi a primeira imagem a partir do ponto em que começamos a subir, logo logo tudo adquire outra proporção em função da distancia do chão. É tão rápido e a visão se transforma num piscar de olhos.
A imensidão do deserto , a faixa verde que é criada apenas em função da existência do Nilo, podemos ver tudo no lugar de apenas ser informados acerca.

Ao fundo o Nilo, a grande dádiva do Egito
 Os templos vistos de cima, de onde estávamos. Isso foi de fato a coisa mais maluca que já fiz em toda a minha vida. Nunca imaginei que teria coragem de entrar num balão a gás, e voar por ai, ainda mais depois do que aconteceu com o padre no Brasil.
A sensação de estar tão alto e ver tudo por outro prisma foi de fato algo único.
Neste momento nosso balão era o mais alto de todos, com mais de 2 kms de distancia do chão. Incrível ver isso de cima. Um mundo de areia e vastidão, e a gente se sente pequenininha no mundo!
 Estes meninos foram parte do grupo que ajudou o balão a descer
Uma aventura e tanto
Nunca vou esquecer!!!

Up