» Aldeias de Xisto – Serra de Lousã

Aldeias de Xisto – Serra de Lousã

Aldeias de Xisto – Serra de Lousã
Na região serrana de Lousã, tem uma serra linda, e Rafael e Marta, me convidaram para um jantar típico português.
Era uma noite fria, mas lá fomos nós para o alto da montanha, ou melhor dizendo serra mesmo já que estávamos há apenas 800ms acima do nível do mar.
A chegada foi já de noite o que não deixou muitas chances de ver a área ao redor mas só a entrada já dizia muito sobre o que eu iria ver.
Talasnal, Casal Novo e Chiqueiro são aldeias cravadas na serra da Lousã, ligadas entre si pela história e cultura comuns, mas sobretudo pelo viver genuíno das gentes. Ao reabilitarem-se casas e condições de vida, recuperam-se os sorrisos que nestas três aldeias voltam a chamar quem aprecie o casario encostado a ruas estreitas e as fontes que cantam os segredos da Serra.

Descobrir estas três Aldeias do Xisto representa mergulhar no mundo mágico da Serra da Lousã, embrenhar-se numa vegetação luxuriante por onde espreitam veados, corços, javalis e muitas outras espécies, algumas raras e protegidas. Aqui reina a Natureza, sensível, que pede respeito. Mas que permite inúmeras possibilidades de lazer e de desportos activos. Aqui sente-se o pulsar da terra e a sua comunhão com os homens quando se avistam ao longe as aldeias. Parecem ter nascido do solo xistoso, naturalmente, como as árvores. Hoje, as suas raízes somos todos nós. ( palavras de um português)

 As casas ficam abandonadas a maior parte do tempo.
Nos finais de semana, as habitações ganham vida, com os turistas rurais de uma cia chamada por exemplo Capitão Dureza ,  não é mole não!
Chegamos bem tarde na noite anterior e a ceia estava posta, comi demais….

Peixe, carne, Migas ( um mexido maravilhoso que mistura couve manteiga com alho e azeite, pão desfiado e feijão) vinho tinto e vinho branco e muita fartura. Ameii!!!
Os portugueses se parecem muito aos Arabes, no quesito fartura a mesa, e se vc não comer ficam tristes, eu não queria entristecer ninguém , então comi e muito!

Casal muito giro, Martinha e Rafael meus anfitriões na cabana em Talasnal, e claro shisha depois do jantar!O bar onde estávamos se chama Curral e fica dentro da casa que é toda separadinha por andares e escadas estreitas, tudo é feito de Xisto e me senti vivendo em tempos antigos, esse povoado em especial tem mais de trezentos anos de idade!

No teto pendurados os bilhetinhos deixados pelos visitantes, fiquei de escrever um e acabei me esquecendo.
Nas paredes garrafas e mais garrafas
Tomei Jurupiga, que meu filho ia adorar se pudesse experimentar, e outros licores típicos, inclusive de castanha portugues, fiquei zureta total….

Petra não bebe de jeito nenhum mas um pouquinho ela teve que experimentar, pela expressão marcante, podem ter uma leve idéia do que ela achou da bebidinha!!

Deixo vcs com algumas imagens deste lugar lindo!

Mais imagens no facebook, aqui demora demais, tenho que descobrir uma maneira de mostrar estas maravilhsas de uma forma mais rápida

Up